PNRVT – Parque Natural Regional Vale do TuaPNRVT – Parque Natural Regional Vale do Tua

PNRVT - Parque Natural Regional Vale do Tua

Already a member?

PNRVT – Parque Natural Regional Vale do TuaPNRVT – Parque Natural Regional Vale do Tua
Forgot password?

Don't have an account?

CASTRO DE SÃO JUZENDE

Arquitetura Civil / Imóvel de Interesse Público

Classificado em 1983 como “Imóvel de Interesse Público”, o “Castro de São Juzenda” ergue-se no topo de um monte nas proximidades do rio Tuela e da foz da rib.ª de Vale de Prados, junto à localidade de Múrias.

Edificado durante a a Idade do Ferro, à semelhança do que sucede com os restantes exemplares inseridos no conceito generalizado de “cultura castreja” do Noroeste peninsular, o arqueossítio foi dotado de um sistema defensivo constituído por duas linhas de muralha construídas de acordo com as características geológicas do terreno, com aparelho afeiçoado em xisto, alcançando uma altura média de um metro e oitenta e sendo reforçada na zona mais vulnerável da plataforma, ou seja, na pendente virada a Norte.

Embora predominem, como seria de esperar neste tipo de estação arqueológica, os fragmentos de cerâmica comum da Idade do Ferro, foram de igual modo recolhidos no local indicadores materiais da existência de um segundo período ocupacional, à semelhança do que sucede na maioria dos castros desta região, correspondente, neste caso, ao processo de romanização do actual território português. Um facto que, tal como nos restantes casos aferidos noutros testemunhos desta tipologia arqueológica, decorrerá das boas condições de que desfrutava, pelo menos do ponto de vista de estratégia militar. Mas não só, pois a zona em que este povoado de altura foi implantado caracterizava-se pela excelência dos recursos cinegéticos, que, no conjunto, permitiam uma ocupação de carácter permanente por parte de uma comunidade humana relativamente alargada, ao ver, assim, suprimidas as suas necessidades mais básicas.

Fonte: Direção Geral do Património Cultural