Incubadora do Tua promove sessões de divulgação sobre apoios comunitários disponíveis para empreendedores e empresas

“Desafios do Futuro – empresas, empresários e empreendedores” é a temática das sessões de divulgação que durante esta semana a Incubadora do Tua vai desenvolver nos cinco municípios que integram o Parque Natural Regional do Vale do Tua (PNRVT): Alijó, Carrazeda de Ansiães, Mirandela, Murça e Vila Flor.

 

“Não queremos que se percam oportunidades de investimento porque os nossos empresários ou empreendedores desconhecem os programas de apoio disponíveis ou até como chegar a eles”, justifica Artur Cascarejo, diretor do PNRVT, entidade promotora da Incubadora do Tua.

A equipa técnica de apoio da incubadora vai, ao longo destas sessões, tentar esmiuçar os programas de incentivos disponíveis, mostrar os canais de acesso a esse financiamento e até mostrar alguns programas que podem ser interessantes do ponto de vista do investimento para o território e que são menos conhecidos.

“Vamos pegar em cada uma das medidas e linhas de financiamento menos conhecidas e mostrar aos empreendedores e empresários em que áreas podem procurar apoios”, explica Carla Branco, responsável pela empresa Partnia, que assegura o apoio técnico da Incubadora do Tua e vai também assumir o trabalho de esclarecimento nestas sessões de divulgação.

“Quando Falamos do PRR – Plano de Recuperação e Resiliência, muitas pessoas ainda não sabem em que medida se aplica às empresas, é isso que vamos tentar esclarecer”, acrescenta.

O mesmo em relação ao novo Quadro Comunitário de Apoio, Portugal 2030, “mostrando qual é a estratégia das linhas de financiamento e de que forma as empresas se podem enquadrar”, e não menos importante, as linhas específicas de investimento para o interior. “Há programas específicos aos quais só as empresas e empreendedores do interior podem aceder e queremos que os nossos empreendedores e empresários saibam exatamente de que se trata e em que medida podem candidatar-se”, refere.

Nestas sessões a Incubadora do Tua vai partilhar também todos os canais através dos quais cada interessado pode procurar mais informação.

As sessões, depois da apresentação de cada um dos programas e respetivas medidas por parte dos técnicos “tem um momento de perguntas respostas, em que os participantes podem questionar os técnicos no sentido de esclarecer todas as suas dúvidas”, remata Artur Cascarejo.

O diretor do PNRVT insiste que o território e a sua preservação ambiental, só pode acontecer se existir gente, e as pessoas só se fixam se tiverem oportunidades de realização pessoal e profissional. Todo o esforço desenvolvido pela Incubadora do Tua vai nesse sentido, criar condições e facilitar o desenvolvimento e implementação de novos negócios no território.

Estas sessões, para além de capacitar os empreendedores e empresários para aproveitar os apoios comunitários, podem também resultar no nascimento de novas ideias, novas ambições, que criem mais dinâmicas e ajudem no desenvolvimento do território.

>> Descarregue aqui o documento de apoio <<

 

Traduzir»