Microrreserva de Foz Tua

A Microrreserva de Foz Tua permite caminhar sobre um troço da antiga linha de caminho-de-ferro, uma obra do final do século XIX, construída com notável engenho em escarpas rochosas íngremes. Contemplam-se de perto paredes rochosas com espécies de plantas muito raras, como é o caso de Silene marizzi. Aqui se concentram áreas importantes para a avifauna: chasco-preto, melroazul, andorinha-das-rochas, águia-de-Bonelli e muitas outras espécies.