Centro interpretativo inovador em bom ritmo

Por: Fernando Pires, JN Trata-se de uma medida de compensação da EDP para o território, decorrente da construção do Aproveitamento Hidroelétrico de Foz Tua. Dois armazéns desativados da estação ferroviária do Tua, em Carrazeda de Ansiães, estão a ser reabilitados para ali nascer o Centro Interpretativo do Vale do Tua (CIVT). “É um espaço de […]