A organização dos Jogos Nacionais Salesianos, que hoje começam em Mirandela, está “estupefacta” com o voluntariado que se gerou em torno desta iniciativa: “nunca se viu nada assim”. Para além das pessoas também as instituições locais se abriram para acolher os participantes deste evento.

No total 319 pessoas inscreveram-se na bolsa de voluntários de apoio à organização dos Jogos Nacionais Salesianos, que este ano acontecem em Mirandela, de 27 de abril a 1 de maio. Voluntários, maiores de 18 anos e alguns menores (com autorização dos pais), com diferentes profissões, que quiseram dar o seu contributo ativo na receção dos 1600 jovens atletas e técnicos (árbitros, animadores, treinadores, etc.), que chegam de todo o país para participar nesta competição.

“Neste momento temos 285 pessoas, voluntárias, a trabalhar na logística do evento”, adianta o Padre Paulo Pinto, responsável pela organização.

As delegações são “alojadas” em diversos locais da cidade, escolas e instituições, onde as equipas de receção improvisam camaratas para receber e acomodar os jovens. “As escolas da cidade fecharam às 13h00 e neste momento estamos a montar camas nas salas,”, explicou.

Os voluntários inscreveram-se on-line na bolsa de voluntariado, disponibilizando à organização a sua disponibilidade de tempo e as respetivas competências. A organização organizou toda a logística por setores e vai convocando os voluntários de acordo com as necessidades, verificando-se uma enorme vontade por parte de todos os que se inscreveram, que em troca da “dávida” que oferecem ao evento recebem apenas as refeições, “até porque estão a trabalhar”, esclarece.

Esta adesão da sociedade civil mirandelense é uma das reações “mais bonitas” do evento e que revela a boa vontade e o espirito acolhedor da comunidade.

A cerimónia de abertura desta “grande festa” acontece nesta sexta-feira, por volta das 21h00. Foi preparado um espetáculo de boas vindas, de “Arte e Fé”, feito 100% em Mirandela: “Vai envolver a Esproarte, o Centro de Artes Dom Bosco, as Escolas, é totalmente feito por jovens desta terra, que vão cantar, tocar, dançar”, revela. “O importante é que a organização já ganhou a mobilização de todos para o evento. É impressionante, porque ninguém negou qualquer ajuda”, sublinha Paulo Pinto.

A organização pertence à Fundação Salesiana de Mirandela em parceria com a Câmara Municipal.

São esperadas cerca de três mil pessoas, entre atletas, acompanhantes e voluntários. Participam na competição jovens dos 8 aos 18 anos, que chegam de todo o país e de Cabo Verde, nas modalidades de futsal, basquetebol, voleibol, karaté, xadrez, natação e ténis de mesa. Os jogos vão acontecer em diversos equipamentos desportivos espalhados pela cidade e pela vila de Torre de Dona Chama.

Tudo indica que vão ser os jogos mais participados de sempre.

Estes Jogos têm nos seus objetivos principais “o fomento da prática desportiva, a educação para a saúde, a interculturalidade e a educação para os valores do desporto “. Mas é importante também sublinhar a promoção territorial de que beneficia a cidade anfitriã e toda a região.

Razões que contribuíram para que o Parque Natural Regional do Vale do Tua fosse parceiro ativo desta iniciativa.