O diretor do Parque Natural Regional do Vale do Tua (PNRVT), Artur Cascarejo, desfia os jovens estudantes e, em simultâneo, a Escola Superior de Comunicação, Administração e Turismo, de Mirandela, a apostarem “na formação nas áreas do alojamento, restauração e animação”.

“São setores muito importantes para o território e para o desenvolvimento sustentável do Turismo, e se queremos garantir uma imagem de excelência, precisamos de apostar na formação séria das pessoas que prestam esses serviços”, defendeu Cascarejo, no âmbito de um Seminário sobre Turismo Sustentável, que decorreu em Mirandela, na sequência do encontro anual da RIPTUR – Rede de Institutos Politécnicos com cursos de Turismo.

Com apenas quatro anos de vida o PNRVT tem-se empenhado na qualificação do território para a sua promoção e afirmação, quer interna quer externa. Esse trabalho tem sido feito, algumas vezes, em parceria com as escolas e, particularmente, com a Escola Superior de Turismo de Mirandela. “Nós temos responsabilidades para com a região e a Escola de Turismo também tem, faz todo o sentido trabalharmos em conjunto”, referiu. O diretor deu como exemplo uma empresa local de animação turística, que foi a responsável pela implementação de todos os percursos pedestres do PNRVT. “Um dos sócios da empresa formou-se aqui, nesta escolas, isto para vos dizer que nós privilegiamos as empresas locais para trabalhar connosco e sentimos que há falta de profissionais especializados em algumas áreas, essas falhas são oportunidades para os jovens que estão a frequentar o curso de Turismo”, insistiu.

O PNRVT por ser Regional, alias o único do país, tem autonomia de decisão e está focado na implementação de políticas e estratégias que fomentem o desenvolvimento local e a criação de riqueza. As oportunidades de emprego no setor do turismo, se por um lado são importantes para a fixação da população, essencialmente, de jovens, são também uma mais-valia para a oferta integrada da região, permitindo aumentar a qualidade dos serviços que aqui são prestados e assim garantir melhor reputação externa.

Neste seminário esteve presente o secretário de Estado do Ensino Superior, Sobrinho Teixeira, a presidente da Câmara Municipal de Mirandela, Júlia Fernandes e outros parceiros locais, que em comum apresentaram o facto de desenvolverem estratégias de valorização e promoção do território.

A Escola Superior de Comunicação, Administração e Turismo de Mirandela, ao chamar a comunidade e os agentes de desenvolvimento local para as suas iniciativas, ao criar redes de cooperação com outras entidades territoriais está a garantir novas oportunidades para os seus alunos e, ao mesmo, tempo, novas oportunidades para o território que, desta forma, conta com com o conhecimento e a investigação, o saber especializado e cientifico reunido nos quadros desta instituição de Ensino Superior.